É sempre o AGORA

É Sempre Agora” é um vídeo inspirador de 6 minutos que usa um discurso do conhecido neurocientista e filósofo Sam Harris. Apresenta o que ele chama de “uma verdade realmente libertadora sobre a mente humana“: o fato de que, “em termos de experiência, a realidade da sua vida é sempre agora“.

O discurso começa por falar, na morte, de como “a maioria de nós faz o máximo para não pensar na morte”, para então, em algum momento da vida, numa epifania previsível, se arrepender de não ter dado a verdadeira importância às coisas certas.

“A maioria de nós faz de tudo para não pensar sobre a morte.

Mas há sempre uma parte das nossas mentes que sabe que isso não pode durar para sempre.

Parte de nós sempre sabe que a visita a um médico ou um telefonema irá duramente nos lembrar do fato da nossa própria mortalidade ou daqueles próximos de nós.

Eu estou certo de que muitos de vocês nessa sala experimentaram isso de alguma forma e devem saber o quão sinistro é, ser subitamente arrancado do curso normal da sua sua vida para apenas se entregar em tempo integral à tarefa de não morrer, ou de cuidar de alguém que esteja morrendo.

Mas a única coisa que as pessoas tendem a ser dar conta em momentos como esse é que elas desperdiçaram muito tempo quando a vida era normal.

E não é só sobre o que elas fizeram com o seu tempo.

Não é só sobre gastar tempo demais trabalhando ou vendo e-mails compulsivamente.

É que elas se importavam com as coisas erradas.

Elas se arrependem sobre aquilo com o quê se importavam.

Sua atenção estava voltada a preocupações insignificantes, ano após ano, quando a vida era normal.

E isso é um paradoxo é claro, porque todos nós sabemos que essa epifania está chegando.

Digo, você não sabe que está chegando?

Você não sabe que chegará um dia em que você estará doente, ou alguém próximo a você irá morrer, e você vai olhar para trás para o tipo de coisas que capturavam a sua atenção, e vai pensar: “O que eu estava fazendo?”.

Sam Harris, em “Death and The Present Moment”