Artigos

Mudar as crenças para o salto quântico

A ciência comprova actualmente o quanto nossas crenças influenciam o funcionamento de nossas células.

Segundo o biólogo Bruce Lipton, tudo o que pensamos, falamos e intencionamos gera reações químicas no processo celular que podem interferir em todo o equilíbrio no nosso sistema.

Hoje já podemos comprovar que todas as doenças e seus sintomas, mesmo que tenham origem genética, são activadas por padrões de pensamentos e comportamentos, ou seja, sistema de crenças que adquirimos no decorrer da vida.

Assim sendo, é possível dizer que a realidade que criamos é um reflexo dessas crenças.

Se uma pessoa possui um padrão de pensamentos negativos, certamente vai gerar uma realidade de mesma natureza. Funcionamos como emissores de energia que como antenas de rádio captam energias de mesma frequência e geram determinada realidade. Muitas pessoas já estão se dando conta disso. Não é a toa que técnicas de Cura Quântica, como o ThetaHealing por exemplo, estão transformando a vida de milhares de pessoas no mundo inteiro.

Read more

Activação do ADN

A activação do ADN faz com que os filamentos que se encontram inactivos dentro das mitocôndrias de nossas células despertem, como uma forma de adaptação de nossa bioestrutura a condição de vida actual. Isso gera em nós as mesmas qualidades físicas e energéticas de uma “Criança Arco-Íris”

A ciência comprova, através de equipamentos como electroencefalograma, que qualquer ser humano, independente de profissão, religião, raça e sistema de crenças é capaz de aceder com facilidade esta frequência de onda e gerar curas em seu sistema físico e energético. Através do acesso a frequência Theta, é possível conectar com uma vibração muito elevada capaz de alterar nosso sistema de crenças e mudar nossas vidas em diferentes aspectos.

Cada pessoa tem um ADN único, o código genético onde estão todas as informações de como somos e de como podemos vir a ser.

Read more

Estudos sugerem que traumas e comportamentos podem ser passados por genes

Os cientistas da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, sugeriram em recentes estudos que os mais variados tipos de traumas que ocorrem nas vidas das pessoas podem ser transmitidos geneticamente para os seus filhos. Segundo eles, o comportamento humano pode ser afetado por episódios vivenciados por gerações passadas pelas chamadas memórias genéticas.

Read more